O REI no AMAZON! Confira!

O DIÁRIO DE MACHINE por Danka Maia































A DESPEDIDA DO AMPARO



Olá Diário. Meu tardio regresso exige uma desculpa, mas minha volta desembestada tem um razão, talvez a maiores delas.
No domingo estava dormindo profundamente, durmo muito tarde, geralmente pela três ou quatro da manhã, algumas vezes mais até. Sempre no meu mundo: escrevendo, lendo, pesquisando, sendo...Danka Maia. Eram umas nove horas e minha mãe colocou a mão sobre meu ombro foi como se um choque percorressem meu corpo, apesar da voz dela estar serena, soube que algo encontrava-se fora do normal.

_Acabei de receber um telefonema. Soube que seu tio Amparo faleceu.

Bati na cama assustada. E com aquelas milhares de indagas que nos tomam nessas horas: Como? Por quê? Pode ser um engano?

Sabe Diário, meu tio vinha há um tempinho sofrendo com crises de coluna, e a última vez que conversei com ele foi numa visita que ele e minha tia vieram à minha casa. Meu tio falava pouco, era muito reservado, nós nunca fomos muitos próximos, porém o Destino...Ah o Destino! A nossa relação era seca de agrados, contudo com o tempo vi o quanto era verdadeira. E isso Diário é o que conta, a verdade. Nada é mais puro ou intenso que a verdade. Recordo Desde que fiquei com esse problema de saúde ele passou a se interessar mais por mim.A perguntar, e no aniversário passado quem chegou na minha casa de supetão com um bolo  foi ele, minha tia e meu primo mais o restante da família. Mas hoje nessa despedida que a vida nos impôs eu quero narrar o fato que sem dúvida nos aproximou levando a nossa ralação de tio e sobrinho ainda mais com carinho, respeito e admiração mútua.

O ano era 2011.Precisava terminar a Casa Dos Destinos. Mas com salário apenas de professora na época, com duas sobrinhas que viviam comigo e minha mãe tornava-se complexo algumas coisas, entre elas um computador novo. Praticamente dava defeito a cada semana e na última vez que o mandei para o técnico este foi taxativo comigo:

_Sinto muito Danka, mas seu computador deu perda total. - Era dezembro, fim de aulas. E de dezembro a fevereiro ficava praticamente desempregada. Lembro que fui para meu quarto e chorei, muito. No entanto, com o natal se aproximando, usei minhas economias para comprar os presentes das meninas. Sim, sou assim, as eduquei dessa forma, quando fizer uma promessa para alguém cumpra! E elas tinham feito a sua parte era hora de fazer a minha. Lembro que dei os regalos a elas no dia 23 de dezembro de 2011 e enquanto via aquela inocência que só criança possuí quando se tem o brinquedo desejado nas mãos falei com Deus em meu pensamento:

_Ah Senhor, como eu queria que na manhã de Natal alguém chegasse para mim.Colocasse a mão na minha porta do quarto e me dissesse que me daria a tal ferramenta que tanto carecia. - E uma lágrima correu do canto do meu olho.

Veio a Ceia, jazia feliz por elas, contudo preocupada comigo.Como eu ia resolver aquela situação?

No dia 25 de dezembro, um carro buzina na frente da minha casa. Eram meus tios, vieram nos chamar para almoçarmos com eles em Sampaio. Logo que soube adverti mamãe:

_Não quero ir mãe. Prefiro ficar em casa. - Estava muito deprimida, muito contrita e angustiada, eu tinha um prazo para cumprir com a editora nova.

Minha mãe entendeu como me sentia, deu uma desculpa, arrumou-se, o mesmo as meninas foi quando ouvi uma voz perguntar:

_Onde está Daniele? Queria falar com ela. - Era meu tio Amparo.
Sentei na cama e ele parou na porta do meu quarto, pôs a mão no umbral e simplesmente proferiu:

_Soube que seu computador está ruim, não é?

_Benção tio. É verdade sim.

_Mas precisa dele para trabalhar, escrever suas coisas.
Fiquei calada e abaixei a cabeça, aquele assunto era por demais doloroso para mim.

Meu tio foi firme:

_Olha, procura na loja que você quiser um que seja apropriado para você. O melhor que tiver, e pode mandar reservarei vejo seu esforço, você teria todos os motivos para parar no entanto, está aí batalhando, remando conta a maré. Eu vou dar o computador a você.

Exatamente como eu havia descrito a Deus em meus pensamentos foi como meu tio fez, inclusive utilizou as mesmas palavras. Desabei ali na frente dele. E ele me disse:
_Você merece. - E saiu com os olhos marejados da porta. Dias depois o melhor computador da loja estava na minha frente. Entenda duas coisas: Primeiro, Meu tio não era um homem de posses, comprar aquele aparelho seria custoso para ele, mas fez questão. Segundo, ele era a última pessoa do mundo que cri que poderia ser capaz de um gesto tão benevolente comigo, justamente por sermos afastados. Então parei e vi como essa roda gigante gira e faz com que todos nos analisemos e repense em vários conceitos que elaborando ao longo dela. Meu tio Amparo não me beijava, abraçava, mas ficou claro que estava me observando para na hora que fosse preciso pudesse me ajudar.
Um ano depois, no dia dos pais, tomei para mim como uma questão não de honra mas de gratidão dá-la algo que marcasse aquele nosso novo recomeço. Juntei e comprei um lindo relógio para ele, enviei uma carta porque não podia ir até ele pelo meu problema de saúde e uma das coisas que citei foi.


Tio,
Sua benção. Sei que nunca fomos muito chegados, o senhor tem seu jeito e eu o meu, no entanto, nunca deixei de ter o respeito pela sua pessoa e tenho consciência que o senhor sempre soube disso. Quero saiba que foi um instrumento de Deus para me abençoar, entretanto o maior presente foi ver que última pessoa do Mundo faria tamanho esforço por mim.
Esse relógio não tem outro intento que não seja que toda vez que o senhor olhar para ele recorde que no meu tempo, na minha história ficou marcado seu gesto por mim.A gratidão que tenho pelo senhor jamais pagarei, porém posso evidencia-la. O relógio assinalará isso por mim, por nós.
Meu eterno muito obrigado.
Sua sobrinha,
Daniele Maia
Feliz dia dos Pais!




Na nossa última conversa, no dia em que ele e minha tia passaram em minha casa vindo da fisioterapia, tio Amparo me foi claro ao me falar que se fosse para que ele sofresse já teria dito a Deus que o levasse.

Foi a última vez que vi meu tio.

Sabe Diário, a morte te impõe rever muitas questões, prioridades, e um baú de infinidades. Estou nesse momento com a partida do meu tio. Mas uma coisa posso afirmar: Ainda confio no Destino, no que escreve, determina e faz, pôs se não fosse a sua inteligência Soberana, talvez eu e meu tio tivéssemos nos perdido num abismo construído por meras necessidades desnecessárias e hoje eu poderia não sentir essa saudade dolorosa mas que vale a pena sentir por alguém que aprendi amar com que o Destino reservou para nós.

Tio...Até.

Até Diário.









































E 2014 veio.
Olá Diário!
Ventos tempestuosos salpicados com brisas tênues iniciaram meu ano. O iniciar de um ano para mim sempre teve uma magia literal, ficamos sim mais fortes, cheios, corajosos.E inda bem que me encontro nessa lista de pessoas pronta para grandes desbravamentos.
Tenho tantos planos Diários.
Alguns já em andamento, outros nascendo, outro que morreram. Quero falar de cada um deles hoje em nossa primeira conversa do ano.
Os projetos em andamentos me fascinam, empolgam e me fazem ver o quanto posso ser especial, e quando cito isto não penso em uma pessoa singular para o outro e mim mesmo porque é assim que tem que ser. Sabe, não importa, não importa mesmo, não importa se estiver em cacos, risos, frangalhos, imponente, temos obrigação de nos aceitarmos e nos amarmos e no permitir explorar outras coisas. Porque a vida é aquilo que acontece enquanto planejamos, a vida não para porque necessita de devaneios, é um modo de dizer:
_Sonhe, mas lembre-se, sonhar é vital, porém não é viver.


Os planos que estão nascendo são os mais revigorantes. Trazem em brilho,vivacidade,o recomeço num velho chão. Não quero falar deles até enfim vive-los, ai sim terei muito o que dividir com você Diário.
Os planos que morreram, é um baú difícil de ser fechado, é como enterrar sonhos, vivencias, lembranças dos laços de uma história que não teve um final feliz. Culpa, melhor não. Ninguém pode sentir-se culpado por aquilo que simplesmente não era para ter sido.
Sou talhante em meus sentimentos nesse sentido. Sabe, tive que enfrentar uma traição. Entretanto, não uma traição no sentido de triângulo amoroso, acho que se fosse nessa esfera teria sido bem menos sofrido acredite se quiser.
A traição em qualquer domínio enoja pela falta de honestidade. Perceba,se for com outra pessoa, se for por atitudes, se for por comportamento, não importa, se a palavra certa tivesse sido dita e falo de VERDADE, a traição jamais seria esse sentimento tão repugnante, sórdido, vil e cruel que faz com nos sintamos lixo, mal e principalmente: Por que eu?
Como afirmei antes não é culpa sua,não pode ser culpa sua a falta de caráter de alguém.
O tempo dirá e fará com que tudo entre em seus eixos, inclusive a minha nobre vida.
Bora trabalhar?


































Enfim, a última página com você Diário, pelo menos e claro que neste ano de 2013.Foi um ano muito importante e como não poderia ser diferente, intenso, afinal, caso contrário seria as confissões de qualquer outra pessoa menos as minhas. Neste ano, vivi paradoxos de amor e ódio, de dor e ardor, de êxtases de alegrias e abismos colossais de tristeza. E você caro amigo, fez parte de todos eles, sabe enquanto escrevia essas páginas ontem a noite pude rever aquele filme, que faz qualquer chorar mas sobretudo reajustar os próprios valores.
E aqui, escutando Someone like you-Adele eu posso dizer que vivi emoções tão fortes e desgastantes como o personagem de Smith. Chorei, me decepcionei, projetei uma felicidade que cri ser perfeita, mas ela simplesmente ruiu diante dos meus olhos e nas minhas mãos como se fosse areia esvaindo pelos dedos em direção ao vento. E foi muito árduo, doloroso vivenciar na pele e no coração sangrando tais emoções, ver pessoas que jamais duvidei que me amassem deixar que suas máscaras caíssem e enfim ver quem realmente eram. Sabe Diário, no entanto cá estou eu, Danka Maia, a Machine, mais velha, mais amadurecida, mais vivida, mais preparada seja lá pelo que for que me aguarda nestes novos dias que me esperam e sim que espero ansiosa por eles, crer no melhor é vital, Jonny Depp disse: ‘Ninguém sabe que é tão forte até que essa seja sua única saída’. E me comparo ao filme, sou tanto o pai como o filho, e a partir de agora explico como foi cada parte desse processo ao longo desses 352 dias.





Essa foi a parte da minha vida que tive que a todo custo preservar o meu eu interior (minha criança) para que ele não sucumbisse diante da maior perda que uma mulher pode ter em sua vida. É dilacerante, porém, sabia quem tinha que a todo custo me preservar de algum modo. Embora quisesse morrer, houvesse razões, não podia. Não porque tinha pessoas que me amavam, mas porque nessas horas você tem que juntar forças das entranhas, dos seus cacos, respirar e ...SE AMAR! Prove que se ame, atreva-se a se levantar! Erga-se!












Sabe Diário, cuidar de si é uma das tarefas mais complexas para um ser humano, em não estou falando de cuidados como aparência, estética e boa alimentação. Falo de cuidados emocionais, de se pôr no colo, se permitir errar sem cobranças de super-heróis, de se grosseiro, rude porque explodiu na hora e com a pessoa errada. De se perdoar, se acalmar e mentalizar como um pai ao filho: Tudo bem, você pisou na bola, mas vai ficar tudo bem.Vai consertar essa bagunça e da próxima vez promete que pensará duas vezes antes de abrir está boca. Nossa, como você se parece comigo, vem cá, me dá um abraço! Entenda, isso não é passar a mão em seus desacertos, errou tem que tentar consertar, estou falando de aceitar que a gente erra. E feio!








De vez em quando eu me abstive de qualquer contato com o mundo exterior, e claro que foram nessas horas que escrevi, muito, demais, exorbitantemente, contudo: NUNCA FUI TÃO LIVRE!

Sabe Diário, é preciso muito pouco para ser feliz, muito menos ainda para encontrar a felicidade, tudo que você precisa é achar uma razão inda que ínfima para continuar com o próximo sorriso. Isso é felicidade, capacidade de sorrir não só com os lábios, mas na alma depois de rios de lágrimas mais que justificáveis. É como passar por aquela terrível noite de raios, trovões e aguas torrenciais e quando tudo se aquietar a primeira coisa que seus olhos veem é um fio de sol voltando a entrar pelo mesmo buraco na fresta da sua janela, um modo simples e lindo de dizer: Ei, nada mudou!CONTINUE!







Mas veio aquele momento. Aquele segundo quando o personagem é chamado a sala do chefe e embora ninguém mais se importe se ele se quer existe, é o seu instante crucial, a sua vida será determinada. E quando ele escuta que precisará de uma nova camisa pois no dia seguinte será o seu primeiro dia como empregado depois da fome, da solidão, do sofrimento, das lágrimas, ele desce e no meio de outra multidão atarantada cada um com seus problemas para ontem se permite bater palmas para si, pois não havia nenhuma outra pessoa neste planeta que soubesse o que aquela ocasião representava para ele.

Sabe Diário, as pessoas olham para sua vida e acham que tudo que tem, conquistou é demais para alguém como você. Querem saber como faz, o que faz..Eu diria que desejam a receita mágica caso essa existisse. Nós somos causa e efeito. Somos o que plantamos, trabalhamos, entregamos, nos jogamos e acima de tudo cremos.

Preciso muito de você comigo em 2014 e 2000 e para sempre Diário. Preciso sim de amor, carinho, estou me refazendo de tantas perdas uma atrás da outra. No entanto, hoje eu bato palmas para mim, porque ninguém na Terra sabe exatamente pelo que passei e ultrapassei para chegar até aqui e ainda vou estar. E por isso, crendo ininterruptamente que tenho a escolha como opção, deixo alguns dos maravilhosos acontecimentos que entraram em minha vida.



 
     11/11/2011
Quanto tempo Diário!
Ando sumida, mas nunca sem assuntos, sempre acho que irá me sobrar aquele tempinho para vir aqui e fazer minhas confissões a você amigo, no entanto o tempo definitivamente não tem sido um parceiro muito legal.De longe e sem medo de errar tem sido o elemento que mais tem me faltado, em compensação, tanto coisas maravilhosas tem advindo e outras nem tanto, faz parte do jogo como costumo dizer.

Hoje me prometi estar aqui.

 Como  de manhã na frente do espelho inda me espreguiçando e na minha linha do tempo elaborando todo meu dia,inda que falte algo em mim. Sabe Diário,não tenho medo de mudanças,talvez esse seja um dos meus maiores defeitos,as vezes penso que se tivesse um pouco de reservas as tais certamente alguns episódios não teriam advindo em minha caminhada. Sou pronta,se quero é o que basta. Porém com a mesma intensidade que me jogo quando me recuo e decido a terminar um ciclo em minha trajetória não tem conversa, não corto pela raiz, eu corto e arranco as raízes. E o estranho é que é tão forte e definitivo que é indolor,acho que meu amor próprio é maior que tudo.
Estou prestes de um momento como este...Sinto isso.
Irei me desfazer de algo que amo e muito,contudo,tenho cá minhas dúvidas se realmente alguma vez até agora foi de verdade meu.E se existe dúvida sei,ela é a mãe de todos os erros.
  Tudo bem, vou ficar como sempre fui,Danka Maia,intensa por natureza.Sem medos, reservas,passando longe da diplomacia, a reacionária tempestade,todavia,serena e quem sabe brisa.Sou como Clarice definiu: Depende e como você me ver passar...rs
   Posso de mudar de ideia? Sim, considero todas a hipóteses,só não me permita decidir na real,porque ai sim, seja o que fizer, eu sei e agora você sabe,não vai haver volta.






Tela do Artista Plástico José Maria Dias Cruz




A Tempestade do Destino


  Por vezes o destino é como uma pequena tempestade de areia que não pára de mudar de direção. Tu mudas de rumo, mas a tempestade de areia vai atrás de ti. Voltas a mudar de direção, mas a tempestade persegue-te, seguindo no teu encalço. Isto acontece uma vez e outra e outra, como uma espécie de dança maldita com a morte ao amanhecer. Por quê? Porque esta tempestade não é uma coisa que tenha surgido do nada, sem nada que ver contigo. Esta tempestade és tu. Algo que está dentro de ti. Por isso, só te resta deixares-te levar, mergulhar na tempestade, fechando os olhos e tapando os ouvidos para não deixar entrar a areia e, passo a passo, atravessá-la de uma ponta a outra. Aqui não há lugar para o sol nem para a lua; a orientação e a noção de tempo são coisas que não fazem sentido. Existe apenas areia branca e fina, como ossos pulverizados, a rodopiar em direção ao céu. É uma tempestade de areia assim que deves imaginar.
E não há maneira de escapar à violência da tempestade, a essa tempestade metafísica, simbólica. Não te iludas: por mais metafísica e simbólica que seja, rasgar-te-á a carne como mil navalhas de barba. O sangue de muita gente correrá, e o teu juntamente com ele. Um sangue vermelho, quente. Ficarás com as mãos cheias de sangue, do teu sangue e do sangue dos outros.
E quando a tempestade tiver passado mal te lembrarás de ter conseguido atravessá-la, de ter conseguido sobreviver. Nem sequer terás a certeza de a tormenta ter realmente chegado ao fim. Mas uma coisa é certa. Quando saíres da tempestade já não serás a mesma pessoa.

 Só assim as tempestades fazem sentido.

Haruki Murakami, in 'Kafka à Beira-Mar'



FUI DIÁRIO!





















Sabe diário,poucas coisas me deixam pensativa no sentido de me consumir drasticamente. Meus adágios geralmente são como relâmpagos, passam correndo porque tem pressa de tornar-se realidade.Mas  há uma frase num filme que sempre me tomou e sempre que o revejo,revejo até em virtude da citação  porque quero encontrar o significado preciso para aquela colocação.
No filme "Fúria de Titãs",mitologia grega que particularmente adoro,quando a rainha Caceopeia  num surto diz que a partir de então chegava a Era dos homens e que podiam ser os verdadeiros Deus do Olimpo, as falas são essas:
_Veja o rosto de minha filha Andrômeda! A mais bela das mulheres de toda Grécia, mais bela que a própria Afrodite!
E é nesse momento que Ades surge sombrio e joga a frase que me invade desde então:
_Beleza? O que você entende por beleza? O QUE PODE SER MAIS BELO QUE A MORTE?- Em seguida suga a seiva da rainha atrevida.
Sempre tentei entender o que o roteirista quis exatamente colocar quando deixou essa frase ali. Porque como um escritor nenhuma palavra ou citação é em vão, há uma razão, um agente, um movedor para estar ali exatamente. No entanto depois de revirar a vida de Phil Hay,o roteirista,vi que não havia em nada em particular que pudesse ressaltar, vi que era algo que mexia diretamente comigo ,logo deveria ser eu a procurar  tal definição.Detalhe,o filme é de 2010, portanto são três anos que estou nesse dilema com meus botões.
Qualquer ser humano a grosso modo de cara irá sim dizer que a morte é feia, grosseira,triste,desumana, cruel e infindos adjetivos do tipo caberiam aqui.Porém ao longo desse tempo em que me questionei sobre a colocação do tenebroso Ades,me permiti olhar para a morte de outro ângulo, de um modo menos talhante e notar se poderia haver ou descobrir essa beleza citada.
 Sabe Diário,a morte é um jeito muito indelicado de lembrar-nos que não somos tão imortais,poderosos,protetores e insubstituíveis quando por uma vez ou outra cremos ser.Independente de como você encara a vida pós morte,uma coisa é  cabal:Ela é o fim de algo.Desse algo existir que chamamos de vida e que sim temos medo ou receio de sair daqui,quando não por nós,por aqueles que amamos.
Pensei em todas as mortes que enfrentei em minha trajetória e foi ai que comecei a compreender o que a frase podia significar.Ceifar a vida humana é mais torpe das mortes inquestionavelmente,entretanto,há outras maneiras de se ver e promover a morte e não paramos muito para analisarmos isto.

Eu revivi:

A morte de amizades que considerava importante para mim, e ao recordar da morte de uma das minhas melhores amigas na  minha adolescência onde ela só tinha dezenove anos de vida,parei e me indaguei:_O que eu não faria para ter a Renata aqui comigo outra vez?- Sabe pego a foto dela que guarde mim mesmo onde ela está sorrindo,aliás a Rê amava sorrir e fazia isto com os olhos, o riso dela era simplesmente irradiante! Quando olho aquele sorriso além da falta,da saudade, da dor,ao mesmo tempo sinto uma necessidade tão grande quase como obrigação de ter que viver intensamente cada segundo da minha vida por ela,porque era isso que mais amava fazer e estou tendo uma oportunidade que minha amiga não teve.É como olhar para aquele olhos risonhos e de algum jeito escuta-la falando:_Dani,está tudo bem,continue,por nós
Pensei na morte dos meus familiares, e de novo tive o mesmo sentimento.
Até na morte da minha cachorrinha que tanto amei,parei ,pensei e outra vez a mesma reflexão.
E enfim, para mim, Danka,alcancei a beleza que a morte possui.
Sabe, não está no ato, em como se morre ou arranca-se alguém de nós, a beleza dela vem após esse rompimento, em como nos obrigar de maneira deleitosa através da saudade ou outro meio qualquer essa revelação, o valor que a vida tem. E de como e por tão pouco nos rebelamos uns contra os outros, declaramos brigas, guerras, rancores ,dores, e no fim fica a mesma questão: A troco do quê? Num piscar de olhos, num estalar de dedos nosso sopro de  vida se esvai entre nossos dedos e nada, absolutamente nada podemos fazer além de chorarmos,rebelarmos , sofrermos, no fim restará a mesma palavra o mesmo sentimento: aceitação.
Eu descobri em mim a beleza que a morte tem.Busquei as minhas perguntas e as minhas respostas.

E você?


Fui!

























Oi Diário! Que saudades de passar por aqui com calma! Minha vida anda uma correria só, louca e ao mesmo tempo deliciosa. Tenho experimentado uma montanha russa de emoções, nossa! Conhecendo pessoas, me afastando de outras, escrevendo alucinadamente e tendo minhas insanas ideias que tanto me trazem paz.
Não tenho problema algum em lidar com percas em si. Na verdade, entendo que a mágoa, a tristeza  como questões mais profundas até.E por falar em mágoa,acho que quero falar um pouco sobre.
Por que as pessoas nos magoam? Que fique claro, sempre será pela mesma razão: Porque suas expectativas sobre ela são muito maiores da dela sobre você. Às vezes achamos que apenas as palavras magoam. Ledo engano, muitas vezes basta somente uma atitude ou a falta dela. Também não as culpe por isso, não podem ser culpadas por não estar prontas para atingir metas que você e seu mundo estabeleceram para ela. Ninguém tem a obrigação de ser o que o outro espera.
Quando me magoo, me recuo, me isolo em meu mundo. Tento compreender a minha dor, lidar sem suposições ou achismos, quero somente disseminá-la. Entenda, a dor jaz na sua alma, no seu coração e nos seus sentimentos não no outro que a causou, tudo que lhe restará será um pedido de desculpas, no máximo sincero mais nada, isso é fato! Não tenho pressa de expurgar esse processo em mim, antes de tudo precisa ser cicatrizado, olhar como aquelas marquinhas de criança,você sabe  que caiu,lembra da dor, do quanto chorou e até pode hoje contar com certa espirituosidade o caso da peripécia.É assim que tem que ser.Perdoar é eterno,na verdade as algemas que prendem ao episódio em questão,quando liberamos a pessoa o perdão, somos nós que nos livramos da indulgência daquele castigo que é conviver com tal aflição ineficaz.E no fundo sempre restarão duas verdades:Uma citada aqui,as pessoas te magoam sim.E a outra,é que você também causa o mesmo dano inevitavelmente querendo ou não.
Portanto,deixa a vida seguir,aquilo que veio para ficar,maré leva,maré trás,mas ininterruptamente a vida se encobrirá de fazer valer, a natureza sempre encontra um meio para seguir seu curso, sina,destino ou seja lá como queira chamar.

Quanto a mim, meu tempo é rico demais para desperdiçar com sentimentos pequenos,imaturos,ingratos e sobretudo passageiros.
Nesta vida tudo é efêmero!

   
FUI!



















Oi Diário!

Estou com dor Diário, é assim, tem dor que não passa com medicamento, clínico, beijo ou palavra de conforto. Tem dor que simplesmente não passa porque em si é o remédio.E mesmo tão dolentes são necessárias para esboçar alguma reação de amadurecimento em nós.Eu sei que ninguém quer sofrer seja pelo que for, no entanto imagino assim:Se  cortasse meu pé num caco de vidro, um corte profundo e estivesse sozinha andando numa linha de trem e não houvesse a dor para alertar meu cérebro de que há algo errado com meu organismo,sim porque é isso que a dor faz, alerta com a luz vermelha que estamos em perigo, poderia sangrar até morrer,ir andando deixando para trás um rastro de sangue sem me dar conta,pois se não sinto dor,incômodo ou algo do tipo, ia olhar para trás com que finalidade? Portanto, a dor te avisa, te faz parar e até mesmo olhar para trás.

 Mas com que propósito?

Muitos, entretanto prefiro hoje no meio dela compreender que o que mais quer de mim é que aprenda a me afundar na causa dela e não na dor que me provoca.Os males são cortados em definitivo quando feito na raiz, ou como dizia os egípcios: Enterre seus mortos.Sabe Diário, nada te assombra mais que  ter que enfrentar a causa de um problema, o olho de um furacão, nadar contra corrente.Nada pode ser mais aterrorizante.Todavia não sabemos que somos fortes, ate precisarmos ser! Já proferiu Shakespeare.
Tudo que sei é que vai passar,mas quando for,que só fique em mim cicatrizes,afinal de contas, é quando olhamos para elas que recordamos  o que nos adveio, como foi tratado, curado e principalmente a lição que nos deixou.



FUI DIÁRIO!


















Oi Diário!
 Nossa a vida anda tão corrida que tem ficado apertado parar para exercitar esse hábito de te usar para falar comigo e de mim mesmo. Estou no momento sublime de minha vida, me sinto plena, curioso porque os problemas continuam, as necessidades não deixaram de ser priorizadas,no entanto, estou satisfeita. Dia desses uma pessoa não recordo bem quem ou a circunstância,questionou-me sobre o que pensava sobre inveja.As vezes meu cérebro me trai, é mais rápido que meu ímpeto e foi que ocorreu nessa hora, de pronto soltou:









"Aos invejosos peço clemência, é preciso ser alguém muito fraco para supor que o outro é melhor do que você."



Agora o engraçado, não recordo a pessoa ou a situação, porém, recordo da resposta que meu cérebro deu.E me fez parar para refletir.Realmente é bem por aí mesmo.A inveja aos olhos da psicanálise é um complexo de inferioridade extremamente descabido e exagerado, quase sem cura para ser mais sincera ,porque entranha na alma da pessoa e aos dela tudo que você fizer, tocar, falar ou agir será sempre simplesmente:
 M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!
 Para ti pode estar uma porcaria, mas para o invejoso é sublime pelo fato de ter sido você o criador. Então, é complicado, espiritualmente, cada um no seu quadrado, no entanto em relação ao meu quadrado acho mesmo que essas pessoas carecem de piedade, de oração, porque só intervenção Divina pode abrir-lhes os olhos para ver o quão são patéticos. A pessoa deixa de viver a sua vida, ter suas coisas, afundar nos seus projetos para ficar a espreita dos seus, seja racional Diário, tem coisa mais imatura e pobre espiritualmente e emocionalmente falando que isso?









Deixo a reflexão e um poema que fiz pensando sobre isso.














Anita e Amália viviam numa ilha.


Sós não, tinham a vista.


Amália amava a vida.


Anita,a vida de Amália.

Amália apreciava cores e sabores,
Anita os dissabores dessa conquista.
Amália queria o céu,
Anita o véu, caso ela não conseguisse.
O tempo esvaia entre elas,
Como as altas da maré,
Ora revoltas, ora de bem-me-quer,
Amália via um mundo arfante em tudo,
Anita via o mesmo mundo, mudo.
Onde Amália via coqueiros, beleza e luz.
Anita queria seus olhos, sem tentar ver a própria força que a conduz.
Anita, Amália.
Amália vivia. Anita via.
Sem entender que há segredos
 Que só o tempo e a experiência
Instrui, exprime,mostra, ensina.
Que na sorte da vida cada um tem seu brio,
Sua seiva, sua história e sua lida,
O que a moça não alcançava, não compreendia,
Que jamais seria a outra,
Pois para ser Amália, não pode ser Anita.






                                               Fui Diário!






As pessoas me questionam se não tenho receio ou algum tipo de reticências em colocar minhas emoções num Diário virtual.Na verdade, o fato de escrevê-lo já responde bem a questão, entretanto:Não, nenhuma mesmo,desculpe. Sabe o mundo seria melhor, a vida seria melhor e a pessoas seriam melhores se reaprendessem a se desprender de suas máscaras. Peraí! Não pira,todos nós usamos nossas máscaras, somos conduzidos a isto.Mesmo o mais sincero dos mortais, não há como fugir, uso minha máscara para ser filha, para ser mãe. para ser escritora, para ser EU! E com o tempo o mundo dos adultos nos enfia goela abaixo que para ser "bonzinhos" ou "certinhos" e fazer parte do time suas emoções e sentimentos necessitam beirar a perfeição.Eu aprendi a desconstruir isto em mim há muito tempo. Talvez a vida ou a psicanalise? Na realidade não sei,o que conta é que tenha feito isso. Sabe, nada de sorrir se não tem vontade, nada de esconder lágrimas,raiva, ira,frustração, excitação, verdade, alegria,tesão,maldade. Maldade Danka? Maldade sim! Pelo amor de Deus, ninguém é bom ou ruim o tempo todo.Eu tenho meus dias que acordo e de boa assumo:Hoje estou Nora Deiel! Estou má, a questão é confundir isso em ser desonesto,homicida,meliante ou tantos sugestionamentos do desvio de caráter.
Faz parte da condição humana, essa história de ficar fazendo de conta que para ser sociável é necessário "andar na linha" é no mínimo patética. Agora , claro que se paga um preço razoável por isso.Sabe Diário, aquela história, todo mundo quer ir para o céu e ninguém quer morrer? E bem por aí. As pessoas gostam da verdade desde que não seja a verdade que precisam ouvir.Gostam de sinceridade até que a mira não esteja apontada para as cabeças delas.Acham o máximo você ser assim, porque podem se esconder atrás da sua coragem.E essa sim,é uma das grandes verdades que ninguém(isto me inclui) quer saber de escutar.
Meus dias tem sido uma gangorra de emoções.Estou indo de luz a escuridão, riso a lágrima, ira e benevolência como uma Ferrari para chegar a 100 Km levando apenas cinco segundos.Pensa que ligo? Dani-se! No final da festa quem limpa tudo não é o dono da casa? No fundo de mim quem tem que se reorganizar sou eu, então é problema seu porque...Ah! Isso não é problema seu! Poxa Machine não precisa ser desse jeito.Quem decide sou eu e mais ninguém , nem Deus, haja vista que nos deu poder de escolha mais conhecido como Livre Arbítrio.
Não tenho medo ou receios de mostrar como sou.Entre milhares de coisas que posso ser a primeira delas é Ser Humana.E talvez por isso a a frase que me defina sempre será:INTENSA POR NATUREZA!






































20/08/2013

                     Oi Diário, mas que nunca hoje eu preciso falar, escrever ou expurgar de mim o abismo para qual foi empurrada.Já tive muitas quedas em minha vida sejam literalmente ou figurativamente, e de todas sem exceção me recuperei.No entanto, a vida tem sim e isto faz parte do seu papel  nos dar rasteiras,pregar peças, desgostos e desilusões. Entendo e racionalizo bem que decepção só pode ser considerada nessa concepção porque logicamente foi lançada em cima de algo ou alguém que no mínimo aprecia e no máximo ama.A gente não pode sentir decepção ou desilusão pela partida do grande amor de uma mulher chamada Ângela lá no Paraná, não é mesmo? Não é por falta de sentimento, se a notícia for divulgada,você se solidariza,mas decepção não.
 É complicado Diário lidar com a faca no peito cravado pelas costas,coma atitude inesperada de alguém que jura tanto amar você,pior que  a gente passa a vida crendo que sim. Sabe, não estou com raiva, meu amor por esta pessoa é atemporal e incondicional, no entanto sim, confesso, me encontro muito magoada e decepcionada. Sinto que  o certo seria que não tivesse princípios, fizesse e fosse exemplo de vergonha,desonestidade,desleal  e quem sabe assim teria  o valor que  agora mais que nunca sei não tenho,pelo menos não por quem cria.
Máscaras caem Diário.
Você pode fingir por muito tempo, contudo não pode fingir o tempo todo.
Enfim notei que levei trinta e quatro anos para ver quem realmente era quem em minha vida.E sim, dói, porém  essa minha mania de ver aprendizado e evoluir sempre como humana  também me me fez rever esses dias que estou reclusa em mim que Deus permite que esses episódios venham ebulir para que vejamos que soberania, prioridade em nossa vida precisa ser Dele, que qualquer um pode chamar como quiser, para mim Deus, Meu Pai,acho sim que Ele encontrou um meio de me puxar a orelha e dizer:
_ Olha mocinha,o Único que te prioriza Sou Eu,não se iluda,ninguém mais!- Pois é, é difícil se dar conta disto quando você é uma pessoa que prioriza todo mundo,todas as necessidades, quando olha para o lado e vê que outras pessoas são prioridades menos você.
Não estou me fazendo de coitadinha Diário, não combina comigo, todavia, tinha que falar.
"Enterre seus mortos", diz o ditado egípcio. E para assumir como de  ser feito há todo um processo,precisa aceitar,precisa prantear esse instante de dor,reconhecer os fatos, despedir-se deles e por fim dignamente enterra-los.
O Fracasso não acontece naquele exato instante que se erra,mas quando se deixa de perseverar por medo de erra novamente.Quero continuar crendo nas pessoas,nas que me priorizam ou não, que gostam ou não de mim, porque essa é a minha natureza:Doar-se.
Sim, necessitarei de tempo até que a ferida se cure e cicatrize,mas no fim será mais uma como muitas que carrego no corpo e na alma.
Vida que segue!


Fui Diário!





















15/08/2013
                       
O SABOR QUE UMA SURPRESA TEM

Pois é diário, não gosto de surpresas, amo sim, promovê-las.Ontem quando soube que receberia uma, logo se instala em mim o caos.Não sei lidar com o fato de não ter controle soube algo que vai me advir.Em minha existência inteira eu sempre tive que controlar minha vida, atitude, ações fora exercer o controle dos e mais a minha volta, isto talvez explique o dom nato para liderança que sempre possuí  mesmo quando não o queria.
Quando vi o que me tinha sido preparado, meu rosto iluminou-se,não somente pelo que ganhei porque  amei sim,mas pude ver outro lado,de quem te prepara algo também carece viver o mesmo que você quando elabora uma surpresa para alguém.Aquela alegria, aquele contentamento despretensioso de só querer bem  e mais nada. Então percebi que às vezes temos que deixar que o outro sinta e viva isto também. De como é importante para si poder ser para  o outro,inda que seja para tentar fazer algo errado.

Todos precisam desejar dar-se sem restrições.

Todos precisam cuidar para sentir que seu amor vai além de palavras.


Cuide, mas se permita cuidar, às vezes essa pode ser a sua maior prova de amor.



Fui Diário!

























10/08/2013

O que fazer quando se quer desistir?Sabe Diário, as vantagens em se desistir são bem maiores do que para continuar.Nos últimos dias tenho visto isso quase 24 horas.As pessoas te encorajam isso em atitudes e palavras ora pensadas ora não. É quase como uma orquestra sinfônica em entrelinhas e mensagens subliminares.
Não sou do tipo que reclama.Não sou do tipo que se expõe, sou muito reservada nas coisas que falam dentro de mim.Por quê? Preservação talvez, jeito de ser, nem mesmo eu sei. Sou muito chata com privacidade,não gosto quando entram na minha, sempre há uma linha imaginária que coloco ali,quem passa? Que chamo, quem convido,posso jurar são tão poucos.Fazem os dedos de uma mão parecer o oceano.
Eu me peguei com o destino umas duas vezes essa semana, naquele preciso instante em que há a sua frente duas vias, dois caminhos e você se vê diante de uma decisão:
OU MUDA TUDO
OU...
TUDO MUDA VOCÊ!
Preferi mudar tudo.Sou autêntica demais para permitir que coisas,palavras e pessoas me modifiquem, seria como deixar de ser eu.Jamais!
Sei que a decisão que tomei implicará em reações adversas,mas e daí? Minha sempre vida foi assim.Não tenho medo das mudanças,temo pelo que possa acontecer se a minha vida não estiver na mão de quem conta e merece, nas de Deus e nas minhas.
A vida é assim,tem horas que é seu herói na outra seu algoz.Seu ônus e seu bônus.A lado bom e também o lado negro da força.
O que importa,não é que o mundo desabe,e sim,se tiver que desaba seja comigo no controle da minhas ações sempre.



Fui Diário!





























06/08/2013
                       
O que a gente faz quando sente culpa, Diário?

Pois é,cabe algo mais além de sentir mal, péssimo, ser humano ruim,e afins? Consertar, tá, isso já fiz, eu me refiro aqui dentro de mim, nessa bagunça louca que fica no céu da boca e no coração esse amargo pesar.Sabe,para uma perfeccionista é muito difícil errar,você não se permite.Aí vamos para o diário abrir a alma...E hoje foi o que escolhi fazer...




Eu me deitei cansada de vigiar teu leito,
O medo é grande de te perder.
Cochilei em assombros escabrosos
Doíam os ossos
Mas então despertei.
Coberta, calada e acolhida.
Sentir tua mão roçando meu rosto
Sereno, doce
Aparente gosto.

Não tem como não culpar-me,
Não há como me abster,
Me assumo,
Minha maior culpa é você.
Quem é mais forte,
Mais fraco,
Mais nobre,
Mais só,
Quem é apenas pó,
Sou eu ou você?
Me calo,
Mas minha culpa tem somente um nome,
Você.
Permita que eu erre,
Que me sinta humana
Que seja eu
Que seja insana.

Talvez neste teu mundo eu seja a bruxa ou a fada
Mas te rogo, não te cala
Porque nada dói tanto
Que te ver assim em prantos,
Em lágrimas,
Que não sabem jorrar.
Percebo que te perco
Quando quero te ganhar,
Percebo que deixo ir
Quando quero te encontrar
Eu percebo,
Você visão,
Qual de nós dois são?

Quando do teu mundo sairdes,
Lembra-se de voltar para meus braços,
Eles são espaço
Quando você não está
Pois de tudo que posso ser
Quando tu sofres,
Eu sou apenas o que se vê,
Isto,

A minha culpa por você.




FUI DIÁRIO!













03/08/2013
                          Eu voltei! Enfim... Movendo algumas coisas, dia de faxina mental e material.E olha só o que achei:

"Antes eu não vivia,
e isto acontecia,
Porque não te amava.
Depois que te conheci,
Tudo para mim mudou.
Tu existe em todos lados,
Em qualquer lugar que estou.
Você me trouxe verdades,
Que eu nunca imaginei,
Você me deu uma realidade,
Que nunca jamais sonhei.
Você para mim é tudo!
Resumo de todo pudor,
Seu nome traduzo assim,
Teu nome para mim é Amor!"

Este foi o primeiro poema que fiz em minha vida, Diário! Creia o primeiro, chamado:Recomeço.Aí, a eu li, reli, e fiquei pensando na conjuntura de quando o escrevi e atual que estou, quase vinte anos depois.
Sabe, coincidências não existem,pelo menos para mim.Cito até um dito judaico em meu livro Casa Dos Destinos:"Coincidência é uma palavra que Deus inventou para não ter que se justificar o tempo todo."
E realmente é bem assim, Diário.Hoje lendo, rememorei  e analisei a vida e percebi que hoje a minha realidade nunca precisou ou melhor, atesta tanto cada verso desse poema Recomeço.
As vezes a vida usa uma pessoa,uma canção,um ser, sonho, e as vezes seu próprio poema para te fazer valorizar o momento do que você está vivendo.


Que eu recomece.
Que tu recomeces.
Que Nós Recomeçamos!



Fui Diário!























01/08/2013
                                Diário...Aguarde, tenho muito o que dizer.Estou chegando!

Fui!


























30/07/2013
                                Deixei para conversar contigo hoje mais tarde caro amigo...É que meu dia foi tão louco!Faz parte, as vezes a vida é assim também oscila entre o certo e errado, feio e belo,alto ou baixo, amor e ódio...Só quando amamos é que muda, percebeu? O eu e você, torna-se NÓS! (risos).
    Acho que quero falar sobre isso,sinto cá nos meus adágios que o tal "Nós" anda muito me cercando ultimamente,estava tão acostumada a dizer:Eu, Eu,Eu...De repente tenho que falar Nós, e quando falo sou corrigida: "_Você não, Nós!".É engraçado, é invasivo e também gostoso. Sabe Diário, as vezes nosso egoísmo toma proporções dentro de nossas vidas de uma maneira tão abissal que nos cegam.Confesso, é um dos predicados humanos que mais tenho dificuldade em lidar, uma vez sendo da minha natureza ser sempre servil,é complexo aceitar tanto individualismo, ego e por ai vai...
O ego é uma merda disfarçada de um nome muito bonitinho chamado DIREITO.Explico.Na maioria das vezes a frase que camufla uma ação egoísta vem seguida da seguinte frase:
_Eu só estou defendendo meu direito! OU _ Eu só estou defendendo meu ponto de vista!
 Ponto de vista bulufas, é porcaria do ego que está oculta e covarde como sempre, nunca quer dar a cara para bater, essa é a verdade!
Li outro dia uma dura verdade:"Relações não tem morte natural,são assassinadas pelo ego,egoísmo e ignorância!"
Pois é...Eita verdade não?
Não gosto nem um pouco de individualismo,admito,não sei lidar com ele, e olha que na minha casa agora tenho que enfrentar duas, cada uma evidentemente defendo seus direitos e pontos de vista.(risos)
Deixo uma frase que amo e que me traduz bem sobre isto:


Não acusar-me. Buscar a base do egoísmo: tudo o que não sou não pode me interessar, há impossibilidade de ser além do que se é — no entanto eu me ultrapasso mesmo sem o delírio, sou mais do que eu quase normalmente —; tenho um corpo e tudo o que eu fizer é continuação de meu começo; se a civilização dos Maias não me interessa é porque nada tenho dentro de mim que se possa unir aos seus baixos relevos; aceito tudo o que vem de mim porque não tenho conhecimento das causas e é possível que esteja pisando no vital sem saber; é essa a minha maior humildade, adivinhava ela.
Clarice Lispector




























29/07/2013

                            Cheguei Diário! Dia está corrido hoje, mas vamos que vamos.Parar para que?Sempre que chego aqui e tento por doses de mim para fora,expurgo tanto do meu complexo eu que relendo vou me curando.Sabia que essa é a sua finalidade Diário? Me curar? (risos). A pergunta que me faço agora no fim desta risada é se tenho cura...Será? Sim,entendo que tenho, todos tem.Porém, e sempre há um porém,não sei se quero.Sabe, assumir atitudes, emoções em nossas vidas exige muito de si, porque de alguma maneira a gente sempre vai esbarrar no outro.Por exemplo, quando uma história ou segredo deixa de ser teu?Quando ele inclui outra pessoa.É o que está rolando comigo.
 O coração de uma mulher é um oceano, guarda muitos segredos.Não serei eu a fugir de tal regra, lógico!
 No entanto, é algo a se pensar.Até onde de fato podemos ir?
 Indaga profunda, cura provável,sigo refletindo.

                            
                        




No meu eu trago mistérios,
  Versos sinceros,
Tão meus e seus,
Tão vossos também.

Sentado no vão da ponte,
Vejo dois lados,
No meio eu,
Um mero espaço.
Queria poder definir.

Palavras onde estão?
Preciso seguir,
Careço de chão.
O meu olhar a muito se foi,
De tudo se perdeu,
As doses de mim são infinitas,
Porém findas,
Quando sucinto calar minha voz,
Ao meu algoz,
Ao meu eu.

Será que terei descanso?
Será que poderei explicar?
São tantos estes "Será",
Talvez eu seja,
Maré de vento,
Porto inseguro,

Medo do céu.



























28/07/2013

FERIADO NACIONAL NO MUNDO DE DANKA MAIA!

ESTOU DE NÍVER DIÁRIOOOOOOOOOOO!


Eu adoro fazer aniversário! Mesmo quando tudo está ruim, eu amo! Aqui dentro de mim é o meu momento,o meu mundo, aqui dentro de mim há festa, alegria e todos são felizes assim como eu estou feliz!









NÃO IMPORTA, DENTRO DE MIM...MEU CORAÇÃO ESTÁ ASSIM!





Não importa, recomeçar é sempre uma chance que a vida lhe dá para ir em frente.Talvez eu tenha motivos para chorar.Mas hoje,pelo menos hoje, eu vou sorrir, nem que seja só para,por e dentro mim!
Não é seu aniversário,não importa,faça o mesmo,por você!








Fui Diário!













26/07/2013
                              Oi Diário. Tenho muito a falar contigo hoje.Feriado Nacional No Mundo Encantado De Danka Maia(meu niver) se aproximando, e tantas coisas rolando a minha volta, onde umas me deixam extremamente contente, satisfeita,plena e outras tão preocupadas e até mesmo um pouco triste.Fico pensando nas pessoas que passaram pela minha vida e quiseram ir embora,nas que estiveram porém não puderam ficar e nas que estão e que fim a elas darei. Sabe Diário,as vezes sem perceber damos a elas um poder do qual elas não estão cientes, não sabem exatamente o quanto de nós até ali, nas mãos delas,as vezes nem nós mesmo notamos o quanto entregamos de nós para tais pessoas.E quando isso, não falo da vizinha,do cara chato do emprego.Não, eu falo de gente que decide amar, com tantos defeitos que faria qualquer um me parar, e indagar: "VOCÊ É LOUCA?", Pois é...Talvez eu seja. Entendo que amar é acima de tudo renúncia, e a vida me ensinou muito cedo, lá nos meus doze anos de idade, que havia sido escolhida para ser o Porto Seguro das pessoas que amo, que em sua maioria se não for todas sem demagogia dependem ou se permitem ser amparadas por mim, seja de que jeito for. Houve alguns momentos que eu simplesmente quis desistir dessa missão tão árdua.Queria ser cuidada e não cuidar...Queria ser a prioridade e não priorizar... Cheguei a sair de cena mesmo.Tão logo vi tudo ruir,minhas pessoas e seus sentimentos, e não quis fazer da frieza minha última atitude em suas vidas.As amo demais para isto, e então voltei.E o curioso, voltei mais forte que nunca.
 Acho que a vida tem desses lances mesmo,te fazer entender e aceitar a sua tarefa por aqui.Algumas pessoas nasceram para casar, ter filhos e isto as completa.Outras, nasceram para viajar o mundo sem destino, sem raízes, e isto as completa.E quer saber o que me completa? Entre muitas coisas,saber que posso completar alguém,principalmente as pessoas que amo.



             

                            

                  A discussão havia se dado por incompreensão sua, e sabe disso.Deitei na cama e por muito tempo recordei que não chorava tanto, e percebemos isso quando os soluços vem.Pareci descontrolada embora quisesse dominar o que me invadira, por outro lado era imprescindível que permitisse que aquele sentimento preso desatasse de vez da minha alma e enfim me libertasse.
 Sei o quanto te estremeço quando as lágrimas saem do meu rosto,te vejo,fica sem chão e eu sem razão,porque apesar de não querer não gosto de fazer nada que te retire deste teu eixo emocional imaginário que pensas que tem e que o defende quando na verdade só te expõe para mim.
 Sim, fingi dormi quando  sentou ao meu lado, esperei que fosse levantar-se, e foi ai que você me surpreendeu como jamais imaginei. Passar a mão pelo rosto entendi como possível, ajeitar a coberta para que não sentisse frio também, entretanto, foi então que o monólogo veio e eu não esperava jamais por ele.
_Queria que muito ter coragem de falar essas coisas que falo para você quando sei que está dormindo quando estivesse acordada.Mas não posso,não consigo é muito para mim.E sei que você sabe que não consigo ,então sei  e espero que não saiba, você me entenderia.Porque você é a única pessoa no mundo que me entende mesmo quando não permito que faça isso, e olha que passo a maior parte do tempo não deixando que faça.Me sinto nada no mundo.Quero fugir dele, quero ir seja para onde for, céu ou inferno,no entanto,a sua presença é tão forte dentro de mim que me faz desistir de ir a qualquer vias de fato.Você me impede, me contém, detém.Queria saber  realmente quem é você as vezes...Escuto você falar que é porto seguro, mas para mim, para mim você é ancora, porque só você pode me parar e me fazer ir para qualquer direção,para qualquer lugar. Fico irritado,irado comigo mesmo, porque pus tanto de mim nas tuas mãos? Entretanto, a resposta é breve: Porque ela é a tua única solução. Nasci quebrado acho que vou morrer também,mas só você pode juntar os cacos de mim.Só você,mas ninguém.Amanhã vou tentar fazer o que me pediu.Sempre tento,só peço desculpas porque as vezes não posso, é demais para mim.Queria ser aquilo que creio que mereces,também sei que não posso é outra vez muito para mim.E só de pensar que possa existir alguém que possa ser , morro a cada segundo.Isso dói, e você nem sabe o quanto porque não posso te falar,também é demais para mim.Vou deixar que sonhe,certamente teus sonhos são mais doces do que eu,contudo,nenhum deles algum dia poderá ser a sua realidade,e eu sou.-E passando outra vez nos meus cabelos segredou:
_E a tua realidade,apesar de não ser nem um pouco perfeita,tem por ti a maior de todos os sentimentos.Eu não só te amo,isso sei que sabe.Um dia crio coragem e conto que você é na verdade a minha devoção.
E beijou minha testa, levantou-se e foi para o outro lado dormir.



Fui Diário!




























25/07/2013

Pois é Diário, hoje também é meu dia!

DIA DO ESCRITOR!

 Nossa, pensei como tantas coisas passaram em minha vida desde que me assumi escritora.Sabe, tem um momento que a gente precisa se assumir, e ai não importa o que seja, condição,vontade, desejo, porque no fundo isto é se respeitar.
 Como escritora, eu nunca fui tão teu!
 Sou a Daniele que poucos, pouquíssimos veem ou se quer sabem que exitem.E isto se dá porque não sou, ESTOU livre!
 Essa é a maior amplitude e regalo em ser um escritor,ali quando você narra, constrói, destrói, cria, mata,morre, você é LIVRE! 
Enquanto escrevo ouço uma canção antiga ,mas que amo, chamada "Wherever You Will Go"(The Calling),a letra dela tem a seguinte citação:" Se eu pudesse,então eu iria aonde quer que você vá..." ,e é exatamente desse jeitinho que me sinto quando escrevo. Sinto que posso ir há qualquer lugar. As vezes me indagam: Como consegue escrever tanto? Alguns recalcados, tentam lançar seus venenos como se a Síndrome do Escritor Compulsivo, que existe,dando a entender que o que escrevo pode ser muito mas não é bom. Mas ai, cabe a colocação: E eu pedi a sua opinião porque...AH! Eu não pedi a sua opinião!

  Quando você tem um dom Diário,não importa qual seja,quando o bichinho desse dom te  mordisca e então te contamina, saiba,a vida está te dando uma oportunidade de ser feliz. Sabe, não importo muito se gostam ou não do que escrevo,é lógico que o leitor são os aplausos de um autor,todavia,para mim, Danka Maia, o prazer em construir e fazer algo que simplesmente amo já é em si a minha maior satisfação.Portanto,tenho que agradecer a Vida por me dar essa chance de ser feliz.

  Quanto a você, que talvez seja ou não escritor, não importa,exerça o seu dom, seu presente com paixão.Creia nisso,ame isso,porque no fim perceberá que isto é VOCÊ! 

 Sabe, eu sou Blanka Pankova,Nora Deiel,Kalila,Angélica, Marieva, Jocasta, Mika,Aracaê,Alyha, Madame Zintrah, Nanucha, Lola,Rico, Noah, Laura, Herculano,Helena,Hélio,Danton,....E ainda serei tantos...Mas saiba, EU SOU FELIZ,PORQUE ELES DE ALGUMA FORAM E SEMPRE SERÃO EU, de um jeito que talvez ninguém nunca perceba ou entenda.

 Não deixe o tempo passar...Seja você! 

Escreva,leia, plante, pule,chore, ria, seja intenso, não há nada de errado em ser humano e muito menos em ser ou buscar a felicidade.

 Sou Danka Maia,Sou Escritora... e o melhor de tudo:

EU SOU MUITO,MUITO FELIZ!

VEM SER TAMBÉM!



Fui...Continuar  a ser Feliz!































24/07/2013

                       Um dia de correria, um dia de caos. Céus! Que sufoco para conseguir chegar em casa outra vez. Engraçado,fiquei pensando, como a casa da gente é refúgio nessas horas. Já diz um dito francês:"Casa é o lugar onde o coração está." Fiquei pensando sobre isso, conforto da alma sabe? Estar bem,sentir-se acomodado e ai é certo, seja num sofá ou numa cama King o seu coração se aquece.Talvez por isso ver um mendigo no seu papelão em plena esquina possa estar mais em paz que um outro com uma cama tradicional.
E  fiquei me indagando Diário? Será mesmo que tenho tanto motivo para estar nervosa, preocupada e loucuras afins?
Parar para pensar.Parar para pensar...


Fui,Mas Fui Pensar...































22/07/2013

                      Oi Diário...Ontem após ficar sem computador como se fosse um criança de dez anos de idade, possessa e tomada pela ira decidi ler  um pouco um de meus livros preferidos, e passei por uma frase que mexeu comigo ,embora a tenha lido infinitas vezes: "HÁ INFELICIDADE EM SEM FELIZ PARA SEMPRE."  Um paradoxo no mínimo não? Mas sabe Diário,se você para e pensa um bocadinho só percebe que existe uma verdade cabal no contexto da citação.Imagine se fossemos felizes para sempre? Não é em vão que os contos terminam na célebre frase:"E foram felizes para sempre.", Afinal, o que poderia haver depois que alcançássemos toda felicidade que almejamos? O que nos restaria? Que graça teria desafios, medos,insegurança, dor e tristeza? Ah , eu sei que falando assim parece mera loucura e despautério,entretanto não é.O que nos impulsiona na vida são esses sentimentos, eles que alimentam a nossa busca. Uma vez uma pessoa que amo me disse:"A dor é sua maior amiga.".Na hora rebati:
_Você está louco?- Depois ele riu e me explicou com sua e por mim admirável genialidade.
_Imagine se você cortasse seu pé num caco de vidro no chão e não houvesse o alarme vermelho no seu cérebro para te avisar que algo errado ocorreu em seu organismo? E se o corte fosse profundo e tivesse talhado uma veia importante? Certamente sangraria até morrer.A dor, sendo emocional ou física é um vital aviso."Pare,algo está errado e você precisa identificar e consertar para prosseguir.". Pois é...ele tinha razão.Talvez o grande segredo da vida seja esse,identificarmos nossas dores para que no fim,quando os momentos felizes chegarem sejam ainda mais valiosos e perfeito, equação perfeita para INESQUECÍVEIS!

Vou nessa, mas antes uma frase dos meus PENSAMENTOS SOLTOS:

    " Aprendi que todos os dias da minha vida serão ruins.O que farão deles inesquecíveis é o fato de vivê-los e fazer dos mesmos a minha história."
   Danka Maia




Fui Diário!
























22/07/2013

                    Segundona chegando, esperança de uma semana legal.Hoje nem posso dizer que acordei, porque na verdade nem dormi.(risos). Faz parte do show.Acho engraçado Diário como há dias em que tudo o que você deseja é um sim,na maioria das vezes nos piores, e tudo que recebe é um grotesco e sonoro:NÃO! Dói não é? Poxa, é desanimador,frustrante e as vezes chega as saias da humilhação.No entanto, pensou que faz parte do que vivo, se colocarmos na ponta dos lápis, "OS NÃOS", fazem muito mais parte da trajetória da vida de um ser humano que um sim, o que sobre este ponto de vista o torna mas importante que o almejado SIM.Mas pera lá! E onde fica a garra, deveríamos nos conformarmos e pronto?
Tem gente que pensa que sim,(olha ele aparecendo...risos), e apesar de de estar atrás dele, eu acho que NÃO. Não me convenço ou aceito nada muito facilmente,fico sempre naquela que eu deveria ter feito ou agido de outra maneira.E é isso que irei fazer hoje,chega de NÃOOOOOO!
Estou indo de volta para um sim.Nem que seja o último deles!




O mundo estava mudado.Há muito as pessoas  haviam esquecido que tal palavra existia.Cada um vivia sua própria vida e se dispor de algo ou alguma coisa em favor dou outro jamais seria feito, era inconcebível.
Um homem que  vivia como vendedor ambulante naquelas terras, meio de sobrevivência depois do caos emocional que Planeta sofrera,se indagava porque aquela mulher semelhando a loucura encarnada berrava em praça publica sem cessar:
_SIM! SIM! SIM! APRENDAM A DIZER SIM!
Ele parava contemplando-a e vendo que ninguém a observava refletia consigo:
_Tola! Ninguém a percebe.- e seguia viagem.
Um dia, em sua última viagem dado o enfado e cansaço o home novamente passou pela tal vila e após de 20 anos, tanto ela como ele tinham envelhecido se achou no direito de enfim alerta-la.
_Senhora,passo aqui há anos.E incansavelmente a senhora esteve a berras seus "SIMS" para este povo que se quer nota sua presença.A humanidade se perdeu, por que não desiste?- interrogou como um pedido.

Ela parou os berros,veio ao seu encontro e retrucou:
_Nesses vinte anos quantas bugigangas o senhor conseguiu vender depois do colapso emocional no planeta?
O sujeito foi incisivo:
_Nenhum.Todos só dizem não, apenas faço consigo barganhas.
A senhora sorriu e prosseguiu:
_E por que continuou?
_Porque necessito sustentar minha família, oras!- ele foi firme na justificativa.
A senil  gracejou dando um tapinha nos ombros e disse:
_O senhor por sua família, eu por minhas razões.
_Onde quer chegar?- rebateu.
_Se eu desistir meu senhor,serão eles a ter me mudado e não eu a mostra-lo o quanto estão equivocados.
O individuo parou, pensou e argumentou:
_Mas quem é a senhora?
Ela voltou ao seu lugar e antes volver a gritar sorriu dizendo:
_Eu? Eu sou o último SIM.
E  de novo se pôs a gritar.


Fui Diário!














21/07/2013

                      Oi Diário.Lá vem a confusa...Meu Deus que confusão está na minha alma! Estou deitada de cara para cima pensando por onde é que começo.Pois é, e tem começo?Sabe,as vezes a vida da gente embola de uma forma que não conseguimos alcançar em qual foi o momento que aquilo degringolou e terminou daquele jeito.Aí, a gente para, pensa.Pensa e para. Para e pensa, e o tempo passa!(risos)
    Talvez o melhor a fazer seja esperar.Dar tempo as emoções e deixar que elas se acomodem e sejam pesadas racionalmente numa balança, por mais louco que isso pareça.
  E quer saber Diário? É isso que irei fazer.Ponto!


E COM EINSTEIN HOJE TERMINO...


"No meio da confusão, encontre a simplicidade.A partir da discórdia, encontre a harmonia.Mo meio da dificuldade reside a oportunidade."



Fui Diário!



















20/07/2013

                    DIA DO AMIGOOOOOOOOOO!
                    SEU DIA DIÁRIO!
                    E para cada um que é meu  amigo de perto ou de longe, que passou ou ficou em minha vida, que me amou,cuidou de mim e me deixou também zelar.Minha sincera homenagem.
                         
AMIGOS 

(Vinicius de Moraes)

Tenho amigos que não sabem o quanto são meus amigos.
Não percebem o amor que lhes devoto e a absoluta necessidade que tenho
deles.
A amizade é um sentimento mais nobre do que o amor, eis que permite que o
objeto dela se divida em outros afetos, enquanto o amor tem intrínseco o
ciúme, que não admite a rivalidade.

E eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os
meus amores, mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos !
Até mesmo aqueles que não percebem o quanto são meus amigos e o quanto
minha
vida depende de suas existências ...
A alguns deles não procuro, basta-me saber que eles existem.


Esta mera condição me encoraja a seguir em frente pela vida.
Mas, porque não os procuro com assiduidade, não posso lhes dizer o quanto
gosto deles. Eles não iriam acreditar.
Muitos deles estão lendo esta crônica e não sabem que estão incluídos na
sagrada relação de meus amigos.
Mas é delicioso que eu saiba e sinta que os adoro, embora não declare e
não
os procure.


E às vezes, quando os procuro, noto que eles não tem noção de como me são
necessários, de como são indispensáveis ao meu equilíbrio vital, porque
eles
fazem parte do mundo que eu, tremulamente, construí e se tornaram
alicerces
do meu encanto pela vida.
Se um deles morrer, eu ficarei torto para um lado.
Se todos eles morrerem, eu desabo !
Por isso é que, sem que eles saibam, eu rezo pela vida deles.
E me envergonho, porque essa minha prece é, em síntese, dirigida ao meu
bem
estar. Ela é, talvez, fruto do meu egoísmo.


Por vezes, mergulho em pensamentos sobre alguns deles.
Quando viajo e fico diante de lugares maravilhosos, cai-me alguma lágrima
por não estarem junto de mim, compartilhando daquele prazer...
Se alguma coisa me consome e me envelhece é que a roda furiosa da vida não
me permite ter sempre ao meu lado, morando comigo, andando comigo, falando
comigo, vivendo comigo, todos os meus amigos, e, principalmente os que só
desconfiam ou talvez nunca vão saber que são meus amigos !


A gente não faz amigos, reconhece-os.




Fui Diário!


















19/07/2013
                    Sumi e surgi, não é Diário?(risos).Mas as vezes é melhor sentar, calar e ouvir coisas como essas aqui:











Sentado te olhando daqui,
Não me sinto rei,
Não sou Orfeu,
Não sou Nero,
Eu sou só Teu.

Te Vejo de um jeito meu,
É pouco para muitos,
É muito para poucos,
E o que me contenta
É que neste instante,
Tudo isso é só meu.
Até essa maneira de mexer o garfo no amparo do prato,
Meu,só meu!

Amo te escutar no teu silêncio...
Me sinto calmo,
Fico pasmo,
Nem me recordo mais do que nos aconteceu.

Não há nada especial, você disse.
Sorri como quem ouvira
Que um dia duraria
Toda minha eternidade,
Porque o que importa na verdade,
É comer uma omelete feita por você.

A mesa é pequena,
É tudo tão apertado,
Mas no meu mundo
Estou num banquete,
Comendo Manjar dos deuses,
O melhor dos pratos,
Uma omelete feita por você.

Ah...Fico me perguntando,
Onde para o tempo?
Mato o vento?
Porque tudo que almejo,
Nesse meu contexto
Que a todos enlouquece
E que só você conhece,
Eu,eu tenho uma omelete feita por você.

És sublime, perfeita, genial.
Eu sou um cara,
Um débil mental,
Que adora te deixar louca
E saber que por um instante,
Não tem jeito,
O teu corpo é meu.

Não te puni, me flagelei.
Não te esqueci, me matei.
Não te feri,me enlouqueci.
O poço é fundo, eterno breu,
Não tem luz,não há túnel.
Olho para cima,
Não há sol.
Vejo teu rosto,
Nele me encosto
Fecho meus olhos,
E cá estou eu,
Sentado, comendo uma omelete feita por você.

Não sou muita coisa,
Sou pouco para ti, eu sei.
Mereces muito,
E eu em tudo,
Só basta você.
Porque no fundo,
Cada um tem o que pode,
E por este recebe,
E o meu se resume,
A uma omelete,

Mas feita por você!



Pois é...Fui Diário!















17/07/2013

                  "Não quero que converse comigo, quero que diga que me ama." Pois é... Forte não Diário? Acho engraçado que as vezes passamos a vida inteira querendo ouvir uma frase desse tipo, arrebatadora! Nós mulheres então, Aff! O curioso é como seu coração, sua alma, seu corpo reage ao ouvir.As vezes daquele que a gente acha que era o grande amor da sua vida, não dá em absolutamente nada.E aquele, que numa lita de homens sobre a face da Terra seria o último dos moicanos, você simplesmente se derrete ao ponto de não se reconhecer. Não é verdade? Não tem como não pensar,no que é ou não amor, felicidade,contentamento ou satisfação, uma vez que nem eu mesma sei o que me faz feliz? Tá, falando assim parece loucura,mas se você para e pensa, caraca , na boa não é!
                 Sabe Diário,estou numa fase  que por um lado tem sido muito boa e em outra uma das piores que já vivenciei.Ai, instala-se o Caos Emocional na vida da pessoa aqui! Fico pensando,a vida inteira fui literalmente obrigada a ser forte, a ser o porto seguro,o esteio, e eu sempre gostei de estar nessa posição,talvez porque seja de mim proteger as pessoas que amo, mas estou numa fase onde quero ser cuidada,quero o ser zelado e não zelar.Não acho egoísmo ou carência, entendo como necessidade e que todos nós sem exceções precisamos passarmos por esse pedaço da sua trajetória.
 Para mim é complicado, e muito.Quando você se acostuma ,velhos hábitos podem se tornar novos princípios e isto é um tanto perigoso.Vamos ver no que dará a minha novela mexicana, vou intitular:
"OS DRAMAS DE UMA SENZALA", quer coisa mais dramática????? (gargalhadas aqui!)

Mas, para não perder o costume...






O mero feitiço que tens,
Não passa de simples talhos
que na minha pele sobrevêm
O sonho me levou consigo,
A lua deixou de ser senhora,
E acredite,
A tua imponência me faz bem.
Mas seria de todo possível,
Cabível,
Admissível 
E aceitado,
Que te permitindo do meu lado,
Me completarias sendo eu feliz?
Foi quando me disseste,
Olha para lua,
Que bela situa,
Inda que nua,
Se permite,
Se deixa,
Se aceita,
E permeia inda que longe do Sol
Saber que ele a zela 
Nas noites dela
Que para nós,
São manhãs de sóis.

Os meus adágios são mais concretos,
Os teus são retos,
Prefiro os meus,
Mas sem os teus,
E sou apenas um eu,
E jamais seremos nós!

Tu me permites dúvidas,
Quando quero certezas,
Tu me entregas teu tudo
E o meu nada é o que pedes
e te sustem
Ai...tu não o sabes,
Mas este seu jeito de querer
Me faz bem.

Queria passagem para Pasárgada,
Ver a Moreninha em Paquetá,
Queria ir até Monteiro,
Mas quanto mais penso em ir,
Mais aqui quero ficar.



Fui Diário!
























16/07/2013
                      Estou confusa e com medo Diário.São coisas de um passado que não gosto de saber que eu vivi, mas inda que resista, faz parte de mim.Eu adoraria que a vida tivesse liquidpaper,simplesmente apagar!
É difícil explicar, não é reviver, ou querer reviver, Jung disse uma frase que me fez ser  adepta dele:"A Dor é única." Fazer o que? 
Viver é o que resta.Então, iremos!





Meu medo acabou com coração,
Minha dor engoliu a minha alma,
Tenho saudade,
Do que não quis
E quero morrer
Pelo que não soube cuidar.

E como pode?
Como isto se dar?
São adágios de dor...
Culpa ,
Flor,
Medo,
Amor!

Sigo um caminho que não sei pisar,
Tropeço,
Caio,
Levanto,
Mas do que adianta?
Se sei que no fim desta lida,
Você no final jamais estará?
E isto se dará,
Porque não soube cuidar,
Amar,
Zelar,
Fui egoísta ou corajosa...
Será?

O meu defeito,
É tudo isto,
Misto  de loucura,
Avesso do compromisso,
Ah que vida louca,
Partir agora
seria um principio.

Mas não estou pronta,
Preciso continuar,
Ir pelos cascalhos,
Tentar superar.
É destino me empurrando,
Me fazendo pagar,
Por minhas vontades,
Que foram covardes
Em  te deixar .



Fui Diário!
























15/07/2013

      Oi meu caríssimo Diário...Semana começando...Cheia de Expectativas, afinal são elas que me alimentam? E de um jeito ou outro toda segunda ,inda que após um domingo que não passa da mesma segunda de forma muito vagabunda, eu tenho vontade de acreditar.Então, vamos esquecer as loucuras, os declives e tentar ir em frente e seja o que Deus quiser!
Alias, Ele sempre quer o melhor,de um modo ou jeito que na maioria das vezes somos nós quem não sabemos ver, entender ou até mesmo crer.
Bora labutar!
Que essa semana eu tenho uma coisa muito importante para fazer:
O que?
SER FELIZ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Fui Diário
























14/07/2013
                         Hoje acordei,aliás ainda estou acordada, não dormi.Sabe aqueles dias malucos que uma pessoa não sai da cabeça nem que a vaca tussa! Cof! Cof! (gargalhadas). Mas meu querido Diário, é assim que estou agora.Não consigo parar de pensar na criatura.Parece que me chama pelo pensamento, que eu bato a porta na cara, e arruma um jeito de vir te chamar na fresta da janela do banheiro que diga-se passagem só tem um pequeníssimo vidro.Que loucura é essa? O que está acontecendo comigo, cara? Não sou disso,não tenho esses insides. 
Estou bolada!
Mas, como o tempo passa, eu preciso execrar esse sentimento de uma forma, e a melhor e que a mais amo escrevendo ,então fiz para ti.Não citar nomes, pelas minhas entrelinhas sabes perfeitamente que é você.Ponto!
 Não espere nada mais que isso!
Só posso estar pirando na batata e sem direito a maionese mesmo!
Em plena TRÊS HORAS DA MANHÃ????
Lá vai!




Eu tive um homem,
Que por um segundo,
Parou seu mundo,
E fez-me dele assunto,
Rainha torta,
Bruxa direita,
Fui sua seita,
Seu vinho podre.

Fui clemência,
Abstinência,
E o teu pescoço quando no meu roçava,
Eu era sim,
A indomável,
A inconveniência de domar,
 tomar e beber do que era até então,
Somente dele!

E sem saber, querendo ser,
Fui ficando...
Inda alcançando que o encanto uma hora
Era findo.
O vento passa e na minha natureza
Está em eu acompanhar.
Percebi,relutei,ignorei,
Mas no tardar,
Tive que ir.
Que fique claro: sai dos meus lábios,
Que minha  fonte,
Jazia pura e oriunda,
Vinha dali.

Segunda pele,
Primeiro Plano,
Fui refúgio,
Deixei engano,
Fui suprema,
Nota alta,
No seu letreiro,
Eu era alfa.
Debulhei lágrimas,
E era eterna,
Chamou-me de bela,
Na verdade,
Só era mesmo
A brisa fresca
 Que pronto vinha na saída da sua janela.

Causei espanto.
Mas te confesso,
Eu me entreguei.
Eu sou intensa,
Não brinquei,
Não obriguei,
Porém a ordem deixei,
Não te enganes,
 Há muitas, de várias peles,
Mas no teu profundo,
Só uma fica,
E nele impera 
E tu Oh Rei !
 és rélis,
O nome dela,
Será sempre o mesmo.
A tua perdição,

É Daniele.



Fui Diário














13/07/2013
                         Diário! Estou num dia muito feliz! Ora veja que ontem sem nem mesmo estar lembrando recebe um mail me avisando de que sou uma finalista para o Concurso de poesias do Agbook. Que maravilha!O mais legal que "Frustração" foi feita dentro da sala de aula no ano de 2001  quando estava cursando o curso de Formação de Professores.Surgiu um Concurso no Estado e eu e todo meu colégio participou e eu ganhei como melhor Poesia do Ensino Médio e Melhor Interprete, tenho os troféus e o Jornal da época guardados até hoje, Jamais achei que aquele dia me traria as que de hoje vivo.
E olha como a vida é fantástica!
O que me encanta é isso, o desconhecido a porta bate e te mostra, SOU EU QUEM ESTÁ NO CONTROLE! 
Quem? 
O DESTINO!

Então divido contigo Diário ela...





Julgue se puder, se quiser,
Onde está?
Setenta vezes sete
Não se deve perdoar?
Não falo de amor,
De flor, de utopia,
Deveras me queria
Se não fosse por amar?
No fel da respiração
Há ação no implorar
Sentado no chão da lua
Um poeta imagina nua
A bela por quem situa
A utopia de amar
Não suplico graça vivida,
Flor murcha no lixo da vida,
Sentido, loucura, malícia!
Eu choro por medo da lida,
Da rede tecida voraz,
Verdade que não satisfaz...
Os beijos que reneguei
Dos sonhos que me isolei,
Por medo de ter, ser,
Crer e ver,
O óbvio.
Sentido negro que o branco não trás
Longínquo sonho de não poder

              Voltar atrás.               



FUI DIÁRIO!

















12/07/2013


Olá Diário! Ontem estive relendo meu terceiro livro, Blanka "O Destino A Marcou Pelo Sangue",um  livro onde mergulhei de cabeça na cultura romani, minha intenção era conhecer todo aquele universo tão paralelo como encantador rente ao nosso e criar uma história totalmente desfocada onde ciganos são trapaceiros e feiticeiros, isso é tão pejorativo! Tracei uma história de amor que começa pelo fim e foi em minha opinião muito suspeita um trabalho encantador. Aprendi muita coisa,o mundo cigano é um mundo com forte personalidade, tradições, que você estranha a principio, mas depois pondera e desvenda que sim,em muitas coisas eles possuem razão.

 Ah e como foi maravilhoso adentrar naquele universo outra vez!

Blanka é a personagem que mais possuem características minhas como pessoa.Reler a história depois de um dia  um tanto quanto  de vibe pedada foi dar uma boa refrescada e voltar aos meus princípios.Sabe, não me importo muito se me julgam certo ou errada,para mim o coerente é que eu possa estar com a cabeça erguida e saber, fiz como estava no meu coração.Uma das frases que Blanka usa quando arguida se perdesse tudo é:" De onde venho, se perco algo é porque aquilo nunca foi meu.Então amanhã eu acordo mais cedo e começo tudo de novo." E foi o necessitei fazer ontem.Acordar, e começar tudo de novo.(Emocionada aqui.)

Sabe Diário,as vezes, na maioria delas, simplesmente não tem como você saber onde vai dar.Quase literalmente nos tornamos um flecha lançado ,o alvo é  o foco, mas se o acertaremos em cheio, para  o lado ou meramente não acertaremos não podemos imaginar.Deus é meu guia,minha mente é o meu coração,então sigo e quando chegar, saberemos então.


Para você minha eterna Blanka! Opchá!




O meu bailado
Me faz senhora
Meu piso é forte
É onde quero.
Trago na ginga
Os meus traçados,
Nos meus mistérios
Os sortilégios,
De uma mulher
Que sabem bem,
O que se quer.


                Bate comigo gadjó,
                                                      Bate comigo!
           Vem no compasso dos meus pés,
                                                         Que são fiéis
               As tradições
                                                          Onde os leões
              Viram fiéis.



              Roda comigo,
                                      Vem no meu ombro,
              Olha no meu olho,
                                       Que aqui que eu te domo.

               Mostra tua força,
                                     Vibra teu laço,
             E faz o que eu faço,
                                     No gingado dos meus pés!
               Baila comigo!
                                     Abala os trovões,
               Ignora os grilhões,
                                     Pisa comigo!
               Mostra teus dons!


Sangue calon é diferente,
Mescla o ousado,
Não teme o incoerente,
Buli com a rosa,
Dança com sombra
Zomba do riso
Tem cheiro de gente.




          Vem cá comigo, meu gadjó!
                                            Aproveita que a gira logo alcança.
          E a tua linda se vai,
                                            Sim, tu perderás está cigana.


Envolve comigo,
Faz do teu segundo,
Teu mundo,
Porque quando
Se aquietar está batida,
Irá com ela meu coração.

Ai Não...

Se foi!

E Agora?

Espera.

 Que a tua alma,

Jaz na minha mão!







11/07/2013
   

                       Ai Diário que hoje me deu um estalo e fiquei cá pensando o quanto as pessoas realmente tem de mim? Parece louco falando assim, mas é bem uma verdade.Que dimensão temos, do que o outro mantem, retem ou detêm de nós. Podemos ser amados, podemos ser heróis e quem sabe até ser um algoz.E eu não estou dizendo do que o outro nos fala, e sim do há de fato lá dentro. Caixinha de pandora, não é? Eu retenho muito dentro de mim das pessoas que realmente são importantes em minha vida.Sou franca, nem sempre é branca a minha magia.Eu sou humana, o que queria? Porém, também não gosto de remoer, eu sento e vou resolver, como fiz hoje com a min ha mãe.E dialogar com mamy, é peleja. Mamãe é uma  pessoa muito simples,as vezes até ingênua,mas se a palavra da razão estiver comigo para ela é a morte certa.Ela odeia errar comigo, embora eu seja balzaquiana,ela ainda acha que tem que ser o exemplo.E exemplos não erram, para ela, é claro.No entanto,minha prosa com ela começou o meu dia e me fez ponderar.O quanto de mim nela há? O quanto de mim h´aqui? Há no outro,há no mundo.E nisto por hoje eu quero pensar.







Como gosto do gosto que você tem.
Desse teu jeito
Onipotente e imponente 
De se fazer presença,
Mesmo só quando,
Nos meus adágios vem.

Ah, meu lado querido,
Como isso me faz bem!

É esse teu jeito de mesclar,
O doce e o amargo,
O céu e o véu,
O sentido e o pesar,
Que me faz pensar
Que poder é esse que
Sobre mim você tem?

É a loucura que me toma,
É a vontade que me doma,
É esse jeito despretensioso
Que faz assim...
Eu já de pronto,
 Te digo amém!

Quero ir embora,
Mas não consigo.
A alma implora.
O espírito grita.
O coração chora.
Entretanto,
O corpo fica.

Se sempre tua serei,
Nem mesma eu sei.
Mas se o minuto
È o um mundo.
Ah meu amor,
Então saibas
Que aqui é teu planeta,
E nele,
Tu és meu Rei!



Fui Diário!













10/07/2013

                  Oi diário! Fico besta como a realidade salto aos nosso olhos  como alguém imponente para te dar aquele chacoalho! Nossa! Estava ontem lendo um livro , minto, relendo,e no meio daquela trama,excelente diga-se de passagem, minha sobrinha falando da sua badalada vida de uma menina de dez anos, minha mãe gritando com um de nosso cachorrinhos, tive um "inside".Parei a leitura e toda quela viagem que vivenciamos nos sonhos, esqueci as dores, rancores,e comecei a brincar com a minha menina e de repente ela me fez rir tanto e refleti:"As vezes não adianta ficar sonhando e esquecer de viver."
 Sabe,as vezes o dia a dia os problemas e agruras te convidam para  viajar para um livro,para o mundo virtual, para qualquer canto que não seja aqui a velha e boa REALIDADE. Mas, não é a realidade que nos ensina? Que nos faz fortes ou fraquejar? E se fraquejar, e daí? Ai caraca, eu ando ligando o "Dane-se", faz parte de mim e da minha natureza. Então, por mim, só por hoje,eu não vou sonhar apenas, irei viver também.




Pensava tanto no amanhã.
Queria tanto sua perfeição,
Queria rosto,
riso,pele,
almejava coração.

E nesse anseio, eu me esqueço,
do que tanto preciso
e careço,
O ansioso não só se perturba ,
É a própria pertubação.
E ao outro também,
E que culpa o coitado tem
De  ser eu a insatisfação?

Subi escadaria, quando eram só degraus.
Atravessei ruas, quando só carecia dar passos.
O meu suspiro se tornou  profundo,
A alegria uma alergia,
E meu sonho efêmero.

Esqueça tudo,
Isto é absurdo.
Somente viva,
Porque na finda,
É dela que você mais se vai abastecer.
E eu que era noite,
Enfim tornei-me Dia.




Fui Diário!



















09/07/2013

                Oi Diário...Sabe as vezes chega aquela hora que você sabe que é preciso tomar as rédias e causar decisões porque as coisas necessitam mudar.Mas para evitar desgastes,  repensa e deixa como está.Entenda, isso não será covardia, somente ser humano.Permita-se a  essa condição,como qualquer um você a ela sujeito está.Eu sei que me odeio as vezes por fazer isso, mas caraca, lido emoções  fulgentes de pessoas que estão menos preparadas psicologicamente que eu para lidar com isto.
No meu eu furacão...Tange mim sair  rebocando tudo. Emoções, pessoas, sentimentos!
 Entretanto, é melhor estar em paz do que certa.É preciso ponderar isto.Meu pai dizia:"Tudo tem seu preço.",não entendia bem essa expressão dele, hoje, posso escrever uma tese sobre ela.É como aquela frase de Fernando Sabino em menino no espelho e é com ele que hoje fico e quero me aliviar meditando:











Fui Diário!













08/07/2013

               Esta noite foi pauleira Diário. Dormi hiper tarde, passando mal,resolvi parar  e nos meus adágios serenei meus olhos num filme, que amo, "As Pontes de Madson". Sabe eu acho encantador como certas frases de alguns filmes podem marcar ou quando não traduzir um sentimento seu.Mesmo diante de uma mera coincidência, mas espera ai,"Coincidência não é a palavra que Deus inventou para não justificar seus pequenos milagres o tempo todo"?  Então...
  "OS SONHOS SÃO BONS POR TEREM EXISTIDOS, INDEPENDENTES DE TER SIDO REALIZADOS." Essa foi a frase que esqueci que havia naquele contexto, afinal tinha um tempão que não revia o filme. Nenhum de nós sabe qual será seu último minuto.Já parou para pensar,inda que semelhe pensamento mórbido,que a partir de um ano de idade todos nós já vivenciamos nosso dia de partida deste plano? Estranho não é? Mas também alertador. As vezes nosso orgulho é maior que nosso todo. Que nossas virtudes, posses. E infelizmente, maior que nossos sonhos. E ai fiquei pensando, caraca, quantos sonhos eu pude ter deixado de realizar porque permiti que meu orgulho, ego falassem mais alto do que minha vontade  e da minha determinação.Jazia ali ao alcance da minha mão.
 A vida passa.
E a morte tem um lado bom, faz você raciocinar como a vida é breve e um excelente motivo para não levar tudo tão a sério,cá entre nós, a vida é uma aventura que por mais radical, árdua ou linda que se apresente, nenhum de nós sairá viva dela para contar história.
Viva a intensidade de cada instante,inda que com pesares e lágrimas,ele merece ser vivido.Mas se puder por um riso no lugar, faça sabe, de maneira despretensiosa. Por ninguém somente por você.Eu quero fazer por mim.
Faça o mesmo por você!




Visto que ninguém sabe quando se dará…

Aquele tal minuto que todo ser humano prolonga de tanto pensar.

Aquele tal mistério que não se quer viver,a não ser,
 que por descrer,a alma pereça.

Fico burilando o que a menina pensou quando atravessou a rua, sem saber que no minuto seguinte seu destino havia seguido para outra dimensão.

Ou o que aquela mulher que maquinou como castigaria o filho antes de ser atravessada pelo inesperado.

O que intenta o pensamento de bebê que no colo da mãe chora apenas por mais um gole do leite de seu afago, mas no milésimo seguinte,não precisa dele.Já foi.

Aquele último instante é mágico, tenso e certo.

É aquele último minuto.

É aquele último minuto?

É aquele último minuto!


Sim,agora não é mais.



Fui Diário!















07/07/2013
                         Ai que a tristeza faz parte do assunto de vez em quando...Poucas coisas me entristecem, poucas mesmo.Sou do tipo que não gosta de reclamar, lastimar minhas dores, desgostos ou sentimentos.Nada contra quem faça ou entenda isso como solução,só que para mim não funciona.Gosto da praticidade,porém tem minudências em nossas vidas que fogem completamente de nossas mãos como água.Talvez este seja o aprendizado em questão, compreender que é impossível.As mãos atadas tem uma vantagem,seus pés se tornam mais fortes porque precisam fazer com que caminhe mais rápido,para sair da situação e mais ágeis para que desempenhem o que suas mãos não podem.Logo,você está mais fortalecido.

E sabe Diário, não falo de teoria, é de experiência sabe.Levo tantas pancadas que acho que por isso Deus me fez rechonchuda se fosse magra  já tinha sido conjugada no passado do verbo ser:Eu era.

              Deixo um poema que fiz  e  amo...

         






Eu venho vento,eu venho tudo!
Reviro o mundo, crio caso.
Eu te completo
E  te desfaço,
Para isto?
Só careço de um mero segundo.

O teu telhado,
De vidro quebro,
De telha acabo,
De emoção vivo,
Eu sou o que ameaço.

E tu imploras,
E rogas a minha ida,
Mas de partida,
Jaz nos teus olhos,
Eu te invoco,
Porque te preciso,
Amada minha.

Te dizem sei,
Tu és um louco!
Sou Dona da tua voz,
Dos teus desejos submetidos ao meus pés.
És meu capacho?
Tu negas,
Relutas,
Empenhas,
Mas sabe que és.

No meu mar não há ondas,
Sou eu quem as faço,
No meu caminho não há raios,
Sou eu quem os traço,
A minha voz é rouca,
A tua fica louca,
Quando sente-se aos meus pés.

E o vento,
Este sucumbe,
Ah não te deslumbres,
Posso ser tua amiga,
E sei ser a tua perdição.
Sei virar tua cabeça,
E posso te levantar do chão,
Eu tenho idade?
Endereço?
Sou novidade?
Não.
Eu tenho nome e sobrenome:

SOU TUA TEMPESTADE!
















06/07/2013

                  Estou saudosista diário. Lembrando dos melhores sábados que já tive.Na infância eram os que esperava toda semana porque sabia que sábado e domingo não tinha aula, portanto, era certo sair com meu pai para tomar sorvete enquanto ele ia a barbearia.Sentar na praça e me sentir o máximo em popularidade, ah eu procurava ver tudo e todos, na segunda era chance de dizer:"Sabe quem eu vi sábado a tarde na praça?" tradução para:"Sim eu estava lá e sozinha!" ( gargalhadas).Como aquilo era importante para minha elite estudantil da época, hoje que santa babaquice! Mas faz parte,são doces recordações.E foi numa dessas que dei de cara com aquele que seria o grande amor da minha vida anos depois.

Caraca, olha o turbilhão de coisas que passaram aqui na minha mente!

Engraçado a vida,hoje nem sei por onde ele anda, a não ser que ele me tem mágoas de mim.Sou sincera,sei que tem, primeiro porque fui eu quem as provoquei, segundo porque perdoar nunca foi o forte dele.E depois de indas e vindas de cinco anos de relacionamento,é a coisa ficou tensa! Melhor esquecer isto!

 Bom, deixa eu ir tem muitas coisas para serem feitas hoje, afinal amanhã esse hoje será mais uma página do meu passado.
     
Fui Diário!













05/07/2013
                 
                    Acordei cheias de ideias, de novo!( risos).Mas fazer o que Diário? Eu sou assim, essa sou eu.E  pondo minhas ideias em prática,pensei: Na complexidade de cada um ser único e ao mesmo tempo substitutível. Sim, é um fato.Sempre haverá alguém melhor que você lá fora.Então te restam dois pensamentos, ou liga o "Dane-se" para isto ou entra numa de competitividade, que particularmente eu odeio! Na moral! É um saco lidar com alguém tentando competir contigo! Na vida todo mundo tem seu lugar ao sol,todos sem exceções por mais "piegas" que essa frase pareça.Cabe é o momento certo para esperar o seu acontecer.E a maioria das pessoas querem empurrar o tempo delas em cima do seu.

 Desnecessário e Ridículo para ser mais franca!

Sou eternamente assim,louca,intensa,impulsiva, rebelde, e o pior não é isso,é que eu ADOROOOOOOOOOOOOOO ser assim.

AUTENTICIDADE! Minha Palavra de ordem neste dia!


Fui Diário!

   

















04/07/2013
                              Eu volteiiiiiiiiiiiii, agora é para ficarrrrrrrrrrrrrr, porque aquiiiiiiiiiiii, aqui é meu lugarrrrrr!

  Nostalgia deve estar pensando não é caríssimo Diário?
Mas não é não viu, fique tranquilo! É só um ensaio de melhora.
Estou em reparos, necessários, diria quase vital.Porém, parar nem pensar. Levei uma bronca do meu médico e também leitor, e fui ai que deu ruim.(risos).Ele lê tudo que posto e sabe como é minha saúde, consigo enfim falar com ele, e de pronto rebate:_Fique sabendo que por enquanto estou apenas consertando pessoas, máquinas está fora do meu alcance!- Beijocas para você meu caro Doutor Juan,no entanto, é complicado explicar  para o outro a sua necessidade. Sabe diário, não escrevo para que o outro goste, eu escrevo porque gosto, aliás amo o que faço.Se escrevo muito ou pouco, se é bom ou ruim é subjetivo, para mim é sempre um prazer simplesmente M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O! E dane-se o mundo!
          Na vida  você precisa descobrir o que te dá prazer, o que te trás alegria, forças,coragem.As vezes as pessoas que paramos para criticar quase sempre possuem algo que não podemos fazer ou alcançar, então é mais comodo por defeitos.Cuidado! Porque se aquela pessoinha,for como eu, ou seja, faço o que amo, para quem amo e porque amo, é você quem sempre será frustrado por ela, o que dá numa equação de: 

Incomodo+ crítica+frustração= SUPERAÇÃO DO OUTRO SEMPRE!

Portanto, esqueça de mim,porque  vou sempre. lembrar do que preciso para ser nada mais,nada menos,APENAS EU!


Fui Diário!


     

 














03/07/2013

                       Minha sobrinha chegou correndo em casa gritando:_Tia, agora você vai ficar orgulhosa de mim!, rebati:_Sempre tenho orgulho de você.- Ela ficou ali parada me olhando surpresa pela resposta._Suas notas boas só servem para que você mesma veja do quanto tento mostrar do quanto é capaz.- Ela levantou e foi para o quarto.Não tive como não pensar:"Como é importante alguém nos dar apoio?".Nunca fui muito apoiada na minhas vida no sentido pessoal.Também, entendo que as pessoas que me cercavam eram ainda mais carentes e  precisavam do apoio mais que eu e creio que esse foi o agente que me fez ser mais forte para suprir as necessidades deles.
E quantas vezes não temos que fazer isto na vida?

 Nos anularmos em prol de alguém que mais necessite?

A questão é o preço que isto imprime em nossas vidas?

Caro.Alto.

Muito caro e muito alto.Sabe, é hora  de as vezes sair da linha de defesa e permitir cruzar a fronteira de ser aquela pessoa que tanto queremos proteger, apoiar, dar-se, enfim.E quando você tem que ser corajoso é complicado,ser um guerreiro não deixa margens para erros e fraquezas.
Parece que você tem que ser muralha imbatível o tempo todo,todo o tempo! No começo é  bom, depois é legal, com o tempo necessário,por fim CANSA!
 E  quer saber? Quando cansar paro.Parei.Porque não se pode ter medo de admitir fraquezas, faz parte da sua condição humana.Faz parte de ser você.
 Acabei com a fase MULHER MARAVILHA, agora quero ser BRIGITE JONES  e de preferência NO LIMITE DA RAZÃO!



                                                             
                                                                FUI!

























02/07/2013



               Hoje está um friozinho gostoso em Saquá City.Amo o frio,embora ele desagregue quando em demasia,eventualmente acolhe tanto pessoas quanto sentimentos.E ai fiquei pensando a respeito,com é bom sentir-se acolhido, sentir que por algum momento a sua carência é suprida, seja com uma mera xícara de chocolate quente, um cafezinho ou um abraço. Eu não não me dou muito o direito de ter carências,não que não as tenha, afinal sou humana, estou suscetível a elas.Porém, a vida me impetrou muito cedo a necessidade de ser forte e corajosa, e como tenho inclinação para acabei me arrematando e adorando ser assim.
Mas, hoje eu mudei.
Quero me dar o direito de ao menos nesse dia deixar que cuidem de mim.Seja os Céus, minha mãe, amigos, amores ou  simplesmente eu. Hoje eu vou cuidar de mim.




P O E M A




Preciso entender que a minha alma não volta
no dia em que me deixar,
Preciso alcançar que a vida me quer  aqui,
Nem ali, tampouco lá.
Que o amor que embora de outros,
Careço ter de mim para o despertar.
Sim, eu vou,as vezes é hora de se matar.
Matar saudades,
Matar rancores,
Matar dores,
Fazer assim,
Então eu vou

CUIDAR DE MIM!





Até Diário!
























01/07/2013

                    Depois de alguns em meditação interna confabulando em meu mundo, volto para teus braços meu caríssimo Diário. Estou a mil por hora, ando meio baleada, mas minha mente não para nunca e é o que importa. Tenho tido sentimentos estranhos ultimamente, do tipo em reavaliar prioridades.Sabe é frustrante que a maneira como nós priorizamos alguém não chega aos pés de como somos priorizados pela mesma pessoa.
Assim são os projetos também!
 E por falar em projetos estou acelerada a Mil por hora!
Virando noites em ideias mirabolantes que sei que vão dar o que falar.

         Eu volto daqui a pouco Diário. Ah...Obrigado por ceder suas páginas mais uma vez!


       
Fui!















28/06/2013

                     E o dia terminou bem.
Foi a frase de ontem para mim.
Tive uns piripaques inesperados, meu corpo teve reações complexas,as vezes ele entra em pane.
Foi um dia para deitar, e escrever inda que deitada, logicamente.Ler, dar entrevistas, montar outras, ler. E sabe como isso é bom?
Saber que seu dia que tinha tudo para ser uma merda:com gente achando que te inferniza, outras que acham que te ajudam, e ele simplesmente acaba perfeitamente bem.
 Não é soberano?
  Adoroooooooooo!
        Há momentos que de tão complexo você tem a convicção que o chão chegou, que o fim do túnel enfim apresentou-se a sua pessoa.No entanto, uma outra coisa é certeira:"Assim como a vida se enrola ela mesma se desenrola,não importa como, se ainda a sua trajetória tiver que continuar."
 E vejam amores,não é a minha hora de parar.
  Lá vou eu adiante, sendo um perigo para uns, verdade, amor, amiga para outros. Essa é graça da existência, não esquecer jamais,não sou uma sobrevivente sou uma guerreira!

Bora Batalhar Diário?


















27/06/2013
 

   Hoje é niver do meu pai.Pedi a Deus que o abençoe realize seus sonhos, que seja feliz, mas já decidi que não vou ligar para dar parabéns.Raiva? Mágoa? Jamais! Meu pai pode até ter me dado motivos para repudia-lo, no entanto, me deu infinitos mais para ama-lo e respeita-lo acima de tudo. Sabe o que é, sou muito transparente, e isto começa comigo.O clima não pede isso, então entre ser falsa moralista ou franca rebelada, eu fico com a segunda sem peso na consciência.
 Agora, como é engraçada essa trama louca que é a vida, não?
 As vezes as pessoas que você poderia jurar que estão e fariam tudo por ti, são as primeiras a dizer: ABANDONA O NAVIO!
    Quando isso acontece, não há filho de Deus que não pule nas tamancas., queira xingar, por o mundo de cabeça para baixo ,literalmente se possível for. Mas cá entre nós diário, vale a pena não! É melhor seguir sempre sempre azul, do que hora ser amarelo,outra branco, amanhã violeta. Sua vida é marcada com atitudes, firmeza, e palavra.Eu sempre digo, não me importa se me jogam pedra, xinguem, achem feia ,bonita as minhas atitudes.A frase já falou tudo, são minhas atitudes,ponto! Terei que responder por elas: Bora lá! Mas vou de cabeça erguida,podendo me olhar no espelho e no rosto de qualquer um.

Essa sou eu.SEMPRE!


Eu não me importo com o que os outros pensam sobre o que eu faço, mas eu me importo muito com o que eu penso sobre o que eu faço. Isso é caráter.
 (Theodore Roosevelt)

                                              
Fui Diário!




















26/06/2013
                    O meu dia ontem terminou para mim numa pergunta:Caraca, como é o ser humano? Cada um em sua complexidade,integridade e único.Antes de me entregar aos braços de meu único amante atualmente, Morfeu(deus do sono), fiquei meditando até adormecer sobre a questão.
         Acordei compreendendo melhor porque as vezes para um escritor é tão deleitoso passar mais tempo em seu mundo no que neste.Lá as coisas são tão mais simples....risos.
        Hoje estou me sentindo muito reflexiva, isso ocorre raramente,meus pensamentos são muito rápidos,como flashes.E parar e ponderar as vezes é legal,não é?
 Só não pode passar o tempo pensando, afinal a vida está lá fora rolando queiras tu ou não! Fato! Mas entendo que a reflexão ter o poder de nos dar oportunidades que as vezes deixamos passar, como por exemplo, sacar melhor as pessoas,a vida, o mundo a nossa volta.E isto me faz recordar a velha e boa frase:"Sem expectativas não há decepções."
E que verdade!Vou te confessar um coisa diário,as maiores decepções da minha vida não foram com pessoas, sim,logicamente houve,no entanto, as maiores foi comigo mesma.Por quê? Explico. Sou do tipo que gosto de ser útil, tenho prazer nisto,careço estar o tempo todo em funcionamento.E quando por alguma razão não consigo fazer isto e me frusto demais.Então, é uma questão de que eu pare e reavalie as minhas questões comigo mesma.Não sou mulher maravilha no sentido que posso fazer tudo e salvar o mundo.Não tenho que ser forte o tempo todo, eu sou humana,fraquejar faz parte da minha condição.E não tenho nenhuma obrigação de esperar consentimento com nada tampouco ninguém que não concorde com que penso, ajo ou falo.
     Enfim,mas uma vez vou seguir por este dia.
Problemas? Milhares.
 Soluções?Pouquíssimas.
Vontade?Hoje estou meio barro meio tijolo.
Desistir? Seria conveniente, mas quem disse que eu quero?





O sucesso nasce do querer, da determinação e persistência em se chegar a um objetivo. Mesmo não atingindo o alvo, quem busca e vence obstáculos, no mínimo fará coisas admiráveis."


José de Alencar



Fui Diário!



 



















25/06/2013
               Meus dias andam literalmente dolorosos. Eu acordo e vou dormir acompanhada de tórridos problemas, e ainda tenho que dormir com os tais ,porque invadem o meu sonhos, ou seja, além de fantasmas são vândalos! Ah mais quem não tem problemas na vida Machine? Sim, todos,aliás, sem eles a vida seria demasiadamente sem graça. Mas tem hora que cansa sabe? É comida do cachorro, é a luz que apaga e eu perco tudo que estou fazendo, são as dores no meu corpo devido o problema de saúde que tenho, é a chata da minha irmã perturbando a minha mãe, é a minha mãe esquecendo que digo para ela não ligar para perturbações do porre da minha irmã.Na boa? Como cansa!
                      E só me resta o meu mundo. Onde crio, escrevo,vivo tendo ideias vinte e quatro horas por dia, e adoroooooooooooo! No entanto,acho que vou arrumar um namorado! Mas penso, e se for arrumar mais uma dor de cabeça? Acabo  deixando para depois. Porque homem é muito bom,porém,aff!
     E tive poucos amores, mas todos  foram intensos e duradouros.Mas outra fora disso!
      O que queria mesmo hoje é compreender porque a vida às vezes nos coloca contra parede literalmente e você se sente sufocado, perdido, desorientado feito uma barata tonta. Desestimulante.Necessário? Sim, faz parte do jogo.
     As vezes penso se tudo que faço realmente me levará para algum lugar.Se tanto esforço vale a pena.Não é curioso como tudo isso em algum momento nos atinge a todos sem exceções? E ao mesmo tempo naquele instante nenhum de nós tem uma resposta pronta para  isso.

 As vezes me sinto como se não existisse, e confesso que não sei o que é pior, não existir ou ser ignorada.E com esse dilema fecho o diário por hoje.



                    
Ninguém nunca se importou se era cedo ou tarde feito o dia.
Ninguém nunca se ocupou se ela mesma existia,
Ninguém jamais perguntou se ela se quer comia.
Assim seguia a vida.

Podia ser em casa,
Podia ser na vida,
Podia ser na rua.
Até mesmo na escola,
Ninguém nunca sabia
Mas chegou a hora enfim
Que a vida não avisa.

Procuraram na escola
Procuram na rua
Procuram em casa
Procuraram na saída
Agora se tornou tarde,
E passado virou lembrança,
Sentiram falta do que nunca viram como nada.

É verdade? Sumiu Shangrilá?
Um rosto curvou-se consentindo.
Sim. Sumiu a menina que nunca estava lá.




Beijocas Galera!